quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Michiko e Hatchin: o Brasil vira animê


Estreiou ontem no Japão o anime Michiko to Hatchin, (Michiko e Hatchin, em português) cuja história se passa, adivinhem só, numa cidade que é a cara do Rio de Janeiro. Tom Jobim, que era apaixonado pelo Rio e por Yuyu Hakushô, está pulando de alegria no túmulo. O anime foi feito pelo estúdio Manglobe, os criadores de Samurai Champloo, e dirigido por Shinichiro Watanabe, o mesmo diretor de Cowboy Bebop
Na história, Hatchin é uma garotinha que está fugindo de sua família adotiva, cheia de pessoas severas e crianças más, e é filha do ex-namorado de Michiko, uma morena que será a nova sensação dos otakus. Logo no início Michiko sai explodindo tudo e foje de uma prisão que tinha a fama de ser impossível de fugir. No meio da fuga ela encontra Hatchin e leva a garotinha junto. Aí começa a história, que promete muita coisa.
A história se passa numa cidade chamada Laranjas, que é baseada no Rio de Janeiro (e nas favelas de lá) e em capitais nordestinas, e pega bastante clichês que o pessoal lá de fora têm, mas também parte pra vários abusos caricatuais que chegam a ser divertidos, como policiais andando de havaianas e em fusquinhas. Se quiser é só dar uma olhada no site do anime e ver (na seção supporter) nomes como Colcci, Havaianas e Guaraná Antartica, entre outros. E, que marca consegue ser mais "Brasil" lá fora que essas duas últimas? Mas, voltando ao animê, a qualidade animação é perfeita a história me pareceu interessante e a Michiko consegue ser uma personagem sensual, mas sem ser (exageradamente) vulgar. Bem, chega de falar, confira o trailer e tire suas próprias conclusões:


Como o animê acabou de sair, pode demorar uns dias até sair o torrent ou link pra download, mas quando sair eu vou baixar pra ver, já que, como ele não foi licensiado aqui no Brasil, não é ilegal fazer o download (ou é? vou perguntar para os advogados da Elf's Lair Inc.).
Quem me mostrou o animê foi o Riba, que tá sempre passando grandes dicas aí pra gente. (E falando com ele agora ele disse que já temo primeiro episódio no Youtube. Mas, por enquanto, sem legenda. Alguém se habilita? Ele também me passou o link da comunidade no Orkut, onde dará pra achar futuros links pra download ou para assistir em sites via stream, como no Youtube)
Mas seria uma boa mesmo se as empresas nacionais que fazem propaganda no animê ajudassem a trazê-lo para os fãs brasileiros, assim a gente ficava feliz e eles ganham uma publicidade, além de ficar bem na fita com a gente. Quem sabe eu até num cantarolo "pipoca na panela, começa a arrebentar; picoca com sal, que sede que dá"...

1 comentário(s):

OtakuBR disse...

Muito legal o anime. Estou esperando só as legendas.