segunda-feira, 4 de maio de 2009

X-Men Origins: Wolverine

Não gostei.

O filme não é ruim. É bem intencionado, como o primeiro X-Men, cheio de boa vontade, mas que não é aquela beleza. Mas, outro lado, eles conseguiram fazer uma obra digna de Homem-Aranha 3. E em tempos de Homem-de-Ferro, Incrível Hulk e Watchmen, um filme desses é praticamente inadmissível. Por isso que, no fim das contas, eu não gostei. Deu pra se divertir, mas eu esperava MUITO mais e o porquê você lê agora.
Não vou falar dos diretor, dos atores ou da capitalista retardada alienda Fox. Só do filme que a gente vê na telona.

Atenção, vou soltar milhões de spoils, então, se você não quer saber o que acontece, pare de ler. Agora.


Ainda tá lendo? Certo, pelo menos eu avisei!


Efeitos
Triste. Dá pra ver umas seqüências que são de chorar. Feitas às pressas mesmo.
As garras de metal do Wolvie ficaram ruins. Se quiser tirar a prova, observe na cena onde o Logan está no banheiro da casa do velhinho que o acha no celeiro. A mão dele dá uma tremida, mas a garra não. Imagine a beleza disso.
Quando o Wolverine explode o helicóptero com o Zero dentro, ele sai andando e o fogo come solto atrás, mas dá pra ver claramente que é uma montagem. Num sei se é um recorte ruim, uma iluminação mal trabalhada ou o quê, só sei que não ficou bom.
E cadê o sangue? Ele enfia a garra em meio mundo, aparece a garra saindo da mão dele trezentas vezes e tem tiro comento pra todo lado, mas só dá pra ver sangue na quando a mulher dele morre. Não quer o sangue jorrando como em KillBill, mas todo mundo aqui é ser vivo, todo mundo sangra, pô! Até meu irmão de treze anos reclamou disso -- e olha que a indicação é pra maiores de 14.
Meu outro irmão reclamou da montagem da cena do helicóptero do professor Xavier, disse que estava bizarro, mas disso eu num posso falar porque não prestei atenção, afinal de contas, eu tava vendo o professor X!


História
Chegou a hora de meter o pau.
Que coisa mais bizarra é essa do Wolverine e do Dentes-de-Sabre serem irmãos? Isso muda tudo! Joga anos de cronologia pelo buraco. Não que não se encaixe a possibilidade deles serem irmãos, mas não é fácil de engolir: dois inimigos mortais, sendo irmãos e prometendo que vão cuidar pra sempre um do outro. Prometem isso no começo e no fim, depois de aquilo tudo.
Outra coisa: não me desceu aquele adamantium extra-terrestre. Sei lá, vai ver é assim mesmo no gibi, mas pra mim adamantium era uma liga de ferro e carbono feita com alta tecnologia e não com meteoros e tudo mais (alguém disse SmallVille e seus sucos de meteoro?).
Outra coisa idiota é que todo mutante (menos o Wolverine) demonstra uma mega agilidade. Viu o Gambit pulando pelas paredes? E o Wade Wilson desviando bala com a espada? E olha que ele nem era mutante ainda! É tanto pulo impossível que soa infantil demais. Eu sei que um ou outro é ágil, mas isso tem limite. O homem-aranha é considerado um dos heróis mais ageis que existem e ele (graças a Deus) não faz nada disso nos filmes.
O Gambit está infantil. Sem sotaque francês, sem dar em cima de mulher nenhuma, fazendo malabarismos impossíveis com as cartas... cara, o que é aquilo? O gambit num faz aquilo não, porque aquilo que ele faz com as cartas é impossível! E outra: ele luta o tempo todo com o cajados e só joga UMA carta explosiva no filme todo. Que droga. Sem contar que ele é totalmente sem sentido: primeiro tenta brigar com o Wolverine, aí impede ele de matar o Dentes-de-Sabre, depois leva ele pra ilha e vai embora, aí no fim, volta pra buscar o “amigo”. Até agora eu não entendi lhufas da motivação dessa personagem.
O Deadpool tá engraçadinho (nem tanto assim), mas o que é aquilo que aparece no fim do filme? Teleporte, garras de aço, raios laser. Aquilo NÃO é o Wade Wilson! Não sei o que é, mas não é o herói mais sacana da Marvel. Ridículo, ainda bem que morreu. E nem tem nexo ele ter os raios laser do Ciclope. O caolho acabou de chegar e já copiaram o poder dele (como, eu não sei). Sai fora, nunca vi um vilão final tão besta. Nem o Galáctus-nebulosa-estrelar é tão bobo.
Também achei o Logan meio sem sal. Faltou ser ranzinza, ser sacana, tirão e nervosinho. Algumas vezes foi, mas em outras, foi meio sem graça.
O único personagem que eu gostei foi o Dentes-de-Sabre. Na cronologia "normal", ele e o Wolverine ficaram amigos, provavelmente em alguma guerra, sei lá, aí, como no filme, aos poucos ele vai colocando as garras pra fora (que trocadilho triste). Começa a deixar visível sua sede por sangue e crueldade. Por isso gostei dele, mas ele não salvou o filme, nem poderia.
O Scott Summers aparecendo foi bacana até, sem contar com ele sendo recrutado pelo professor Xavier, mas isso não tem muita ligação com o X-Men II, onde eles voltam pra essas instalações e o Scott passa por lá sem ligar a mínima. Eu sei que o outro filme é bem mais velho e não tinham planos pra esse, mas não faz muito sentido, de qualquer maneira. Sem contar que o professor Xavier salva uma dezena de mutantes e no fim das contas, nenhum deles ficam com na Escola Xavier, só o Ciclope. E outra: ele acha o Scott aí (sabe até o nome do moleque) mas não acha o Wolverine? Ou ignora? E depois, quando ele recruta o Wolverine, ele finge que não conhece ou não se lembra mesmo que esteve praticamente do lado dele?
O efeito de pele de diamante da Emma Frost é meio besta e ela nem usa seus outros poderes: pô, ela é uma das telepatas mais medonhas do gibi! E é usada ali como um escudo humano e só. Sem contar que, até onde eu sei, ela não é irmã da Raposa Prateada. Não acho que aquela loira tem cara de ser irmã de uma descendentes de nativos norte-americanos. 
E tem ainda o Pietro Maximoff (o Mercúrio) que aparece por incríveis 2 segundos e só. O filho do Magneto está preso em uma ilha secreta e tudo que mostra é ele tentando correr numa jaula feito um bocó?

Aquela trama de enganação e tudo o mais é interessante, mas foi tão mal usada que ficou ridícula. A Kayla Silverfox (a Raposa Prateada) diz que os sentimentos dela pelo Logan eram reais e tal, mas nem correu atrás dele, implorou por perdão nem nada. Sem emoção nenhuma. Tudo tão frio. Que chato. E até agora não entendi o porquê disso tudo. Manter ele dentro do controle do Coronel William Striker? Até dá pra entender, mas qual a finalidade? Só para usá-lo como cobaia? Colocam o adamantium no infeliz com o único propósito de usar o DNA dele pra fazer um super mutante: a Arma XI? Sem contar que, se usam o DNA dele, continua sendo Arma X. Arma X é o grupo de experimentos e cobaias, não uma pessoa específica. Mas o sentido dele ter ossos de metal ficou totalmente idiota. Ele é só uma cobaia descartável e não a arma de destruição em massa do exército americano.
Sem contar que o Striker aparenta ser o "criador" de todas os experimentos chamados de "Armas". Só que ignoram o fato de que a Arma I é o Capitão América! Não é assim. As "Armas" são mega experimentos coordenados por diversos cientistas do exército americano e não uma brincadeira do doutor Frankenstein.
E cadê o Nick Fury? Cadê a S.H.I.E.L.D.? O Marverick? O Team X e todas aquelas aventuras da época de Guerra Fria? Sem contar que, cronologicamente, nessa época aí ele tinha o adamantium, ainda se dava com o Dentes-de-Sabre e, até onde eu me lembro, as memórias dele já estavam em frangalhos.
E o jeito que foi mostrado ele perdendo a memória foi ridículo. Ele (e todo mundo) passa o filme inteiro sabendo quem é e de onde veio, o Dentes-de-Sabre vive o chamando de Jimmy (uma vez que o nome de batismo do Logan é James Howlett) e meio mundo sabe o nome real dele. E só na década de 70 que ele perde a memória! E como? Com dois tiros na cabeça! O cara leva milhões de tiros antes e depois de ter adamantium no corpo, até é acertado por uma bala de canhão durante a Guerra Civil americana e não perde a memória, aí perde a memória com dois tirinhos? No gibi, as lembranças dele do passado distante estão apagadas e as memórias da época de II Guerra e Guerra Fria são uma colcha de retalhos, mas vai me dizer que aconteceu isso tudo com dois tiros? Muito fraquinho. Pra ele ser como é no gibi, as memórias dele devem ter sito apagadas e embaralhadas uma meia dúzia de vezes, no mínimo.
E, se ele esquece de tudo só depois de se ficar inimigo do Victor Creed, como é que eles se odeiam? Sem contar que ali só ele odiava o Creed, mas o "irmão" dele nem o odiava tanto assim.
No fim, só posso dizer que não gostei. Deu pra passar o tempo, mas eu esperava muito mais. X-Men II foi muito melhor. O polêmico X-Men III, que matou meio mundo, foi infinitamente melhor, fez a cabeça de todo mundo explodir uma dezena de vezes. Mas esse foi fraco. Não deu pra endoidar uma única vez.
Galera da Fox, vocês estão cagando tudo. Devolvam a franquia pra Marvel. Tá aí um filme que tinha contexto pra ser muito melhor que o Homem-de-Ferro (e olha que o filme do cabeça de lata é bom), mas o resultado foi pífio.
Eu queria ver alguma à S.H.I.E.L.D., o Nick Fury mostrando a cara (mesmo que branquelão, já que o negão é da Marvel Studios), alguém mencionando o Capitão América (já que ele era amigo do Wolvie na época de Segunda Guerra. Achei que ia ter um zilhão de piadas nerds que só os fãs mais retardados entendem, como foi em o Homem-de-Ferro, mas não teve nada. Nem uminha menção à um uniforme amarelo e preto (nem que como piada). Não era esse filme que o nanico canadense merecia.
Me decepcionei. Nem vi ainda as críticas dos grandes sites de cinema do Brasil e do mundo, mas duvido que seja diferente.
Pronto, desabafei.

3 comentário(s):

bDot disse...

Pow.
Eu também odeio o Creed. Acho o vocalista meio fanho.

Hahuahauha
Zuei =p

Ótimo texto, Ásbel.

JUNIM disse...

Belo post bel, mtooooo bom mesmo!!!!!
ta de parabens!!!!
Bel, soh um comentario, pra escrever pra revista caras vc num ia dar certo!!!!!!!

Riba disse...

É...assino em baixo. Achei q as cenas das guerras podiam ser melhor exploradas...custava ter mais fidelidade e aparecer...só pra dar um gostinho o Capitão America e tal hahahhaha poxa vida.
Ah..e Gambit q não é francês me deixou triste.